Trova da Feira

Vila da Feira é do Douro, é do Douro litoral.
Pra mim saudade e namoro, lá meu bem,
longe meu mal.

Vila da Feira a beijar-te anda um rio de brincar,
Choro da gente que parte e não pode regressar.
Teras de Stª Maria teu castelo não as perde,
e hoje defende a poesia de um presépio todo verde.

Vila da feira guardou o Natal e a Primavera.
um mundo que ela não era e um menino que eu não sou.
À minha Vila da Feira uma prenda eu queria dar,
era arranjar a maneira de levá-la a ver o mar.

Close Menu